Polícia prende em SC investigado pelo golpe do WhatsApp fake em SE

Polícia Civil prende em Santa Catarina investigado pelo golpe do Falso Número ou Golpe do WhatsApp Fake praticado em Sergipe (Foto: SSP/SE)
10/07/2024 às 08:37:24

Infonet em 9 jul, 2024 18:02

 

O Departamento de Crimes Contra o Patrimônio (Depatri), com o auxílio da Polícia Civil de Santa Catarina, deflagrou a Operação “Oi, esse é o menu número novo”, que resultou no cumprimento do mandado de prisão contra um homem investigado pelo Golpe do Falso Número ou Golpe do WhatsApp Fake. A investigação foi conduzida pela Delegacia Especial de Repressão a Crimes Cibernéticos (DRCC), vinculada ao Depatri. A prisão ocorreu em Florianópolis, capital de Santa Catarina. A informação foi divulgada nesta terça-feira, 9.

De acordo com o diretor do Depatri, delegado André Baronto, a vítima recebeu um contato que se passava pela filha, que está estudando fora do estado de Sergipe. Após o contato, o golpista conseguiu que a vítima acreditasse que estava conversando com a filha, conseguindo transferências bancárias.

“Com o andamento da investigação e após uma complexa análise de dados foi possível identificar que o suspeito estava residindo em Florianópolis (SC) e que seria natural de Goiás, já tendo respondido penalmente por porte de arma e tráfico de drogas. Assim, iniciaram-se as trocas de informações com a Polícia Civil do Estado de Santa Catarina, por meio da Delegacia de Repressão a Crimes de Informática (DRCI)”, detalhou o delegado.

No cumprimento do mandado de busca, foram apreendidos notebook e celulares possivelmente utilizados pelo investigado na prática do golpe.

Nome da operação

Geralmente, o golpe começa com alguma frase do tipo “Oi, esse é o meu número novo”. A operação foi batizada com esse nome justamente para alertar a população. O golpista utiliza um número novo e finge ser um familiar ou amigo da vítima, alegando que mudou de número.

Em seguida, o golpista pede transferências bancárias ou pagamento de boletos, alegando algum problema ou emergência. O objetivo é induzir a vítima a realizar transferências bancárias antes que perceba que está sendo enganada. Esse golpe explora a confiança e a preocupação imediata das vítimas, para obter vantagem financeira de forma rápida.

Fonte: SSP/SE

Veja também

Centro de Síndromes Gripais funcionará somente de segunda a sexta

Centro de Síndromes Gripais funcionará somente de segunda a sexta

Repasse do FPE para Sergipe somou cerca de R$ 563,1 milhões em junho

Repasse do FPE para Sergipe somou cerca de R$ 563,1 milhões em junho

TTB receberá show de Zezé Motta em homenagem a Caetano Veloso

TTB receberá show de Zezé Motta em homenagem a Caetano Veloso

Produtores protestam por falta de energia nos perímetros irrigados do Sertão de SE

Produtores protestam por falta de energia nos perímetros irrigados do Sertão de SE

Banco Central anuncia ajustes para segurança do Pix; veja as mudanças

Banco Central anuncia ajustes para segurança do Pix; veja as mudanças

Vacinação contra a dengue em Aracaju segue abaixo da meta nacional

Vacinação contra a dengue em Aracaju segue abaixo da meta nacional

Bens furtados de casal enquanto dormiam são devolvidos com uma carta

Bens furtados de casal enquanto dormiam são devolvidos com uma carta

Sesc Saúde Mulher segue no RioMar até a próxima quarta-feira

Sesc Saúde Mulher segue no RioMar até a próxima quarta-feira